SINTECT-PE alerta: Não assinem nenhum acordo individual referente ao Banco de horas


A ECT não cansa de tentar enganar o trabalhador! Depois da luta na Campanha Salarial, a direção da Empresa tenta a todo custo impor o que ela não conseguiu no julgamento do Acordo no TST: o banco de horas. Na tentativa de aumentar a exploração trabalhista, a Empresa tenta empurrar um acordo individual divulgado através de memorando do Manpes. Um acordo tão prejudicial quanto à proposta apresentada na campanha, pois tenta atacar o trabalhador de forma isolada.


Fique atento, trabalhador e trabalhadora ecetista, o banco de horas foi feito para beneficiar os patrões. A empresa deixa de pagar horas extras, explora o funcionário que passa a ganhar menos e ainda lucra em cima deste. Diante do exposto, o SINTECT-PE orienta: não assine nenhum acordo individual! E caso seja pressionado ou coagido, denuncie ao sindicato.


Trabalhador informado, difícil de ser enganado!