Nota sobre liminar indeferida no tocante à isonomia de folga nos dias 15 e 16/02 (Carnaval)


Imagem: Reprodução / Internet

Desde que o governo Bolsonaro assumiu a presidência do país com a promessa, entre outras, de privatizar as Empresas Públicas (entre elas os Correios) temos tido grandes embates políticos e jurídicos com esse governo. Só para termos uma ideia, foram dois anos de governo e dois anos de greve, tendo a última durado mais de 30 dias. Em alguns desses embates obtivemos êxito e em outros não, nossa última campanha salarial é um exemplo disso.


Infelizmente a nossa liminar, via Jurídico da FENTECT, do qual nós fazemos parte, não obteve êxito no tocante às folgas nos dias 15 e 16 de fevereiro. Iremos ingressar com o devido recurso, mas as chances são mínimas de reverter a decisão em um espaço tão curto de tempo, pois depois de segunda-feira (15) perde-se o objeto da matéria.


Cada vitória, como foi a questão da manutenção dos tickets de fim de ano para os grevistas, assim como o retorno do auxílio para filhos especiais - tudo isso a ECT quis nos tirar e não conseguiu - foi fruto da atuação do Jurídico da FENTECT e do SINTECT-PE. Isso nos mostra que estamos vivos e que a "guerra" continua, pois as derrotas nunca serão motivo para baixarmos a cabeça, pois a luta sempre tem que continuar!


Um adendo: Quando falamos dos tickets, trata-se do fato que a ECT quis tirar o ticket regular de fim de ano dos grevistas, só mantendo o benefício para os não grevistas, mas conseguimos reverter essa situação. Não se trata, ainda, do Vale Peru, esse continua ajuizado.


Parabenizamos alguns poucos sindicatos que conseguiram suas liminares em âmbito local, como Alagoas e Rio de Janeiro, mas para nós, por enquanto, nos encontramos na próxima segunda-feira (15) de cabeça erguida, porque muitas outras batalhas, e bem maiores que essa, estão por vir.


VAMOS QUE VAMOS!


DIREÇÃO COLEGIADA DO SINTECT-PE


Recife, 13 de Fevereiro de 2021.