Justiça condena ECT a transferir obreiro com problemas de saúde para unidade mais próxima de casa


O descaso dos Correios com a saúde de seus trabalhadores e trabalhadoras não é nenhuma novidade. A Assessoria Jurídica do SINTECT-PE recebeu mais um caso de falta de respeito com os obreiros que fazem parte da empresa: AGUINALDO RAMOS DA SILVA relatou ao nosso departamento jurídico que é portador de insuficiência mitral, tendo realizado transplante de fígado. O problema se torna mais grave, pois o trabalhador necessita pegar 04 (quatro) conduções diárias para chegar ao seu local de trabalho, Agência do Fórum da Justiça Comum, em Joana Bezerra, Recife/PE.


Ele denuncia que de forma absurda e desrespeitosa, a Empresa negou a sua permuta com outro empregado, não levando em consideração seu estado de saúde. Diante do caso, a Assessoria Jurídica do sindicato ajuizou Ação Trabalhista e os Correios foi condenado pela Justiça a realizar a permuta do obreiro com obreira indicada nos autos, para agência mais próxima de sua residência, no prazo de 05 dias.


Trabalhador e trabalhadora dos Correios, lute pelos seus direitos. Filie-se ao SINTECT-PE!