Em assembleia, ecetistas podem entrar em greve por tempo indeterminado

Às 18h30, categoria se reúne para deliberar sobre paralisação que interromperá serviços por todo o País

Da Comunicação do SINTECT-PE

O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos de Pernambuco (SINTECT-PE) convocou a categoria de todo Estado para assembleias que acontecerão no Recife, em Petrolina e em Caruaru nesta quarta-feira, 26 de abril, às 18h30, onde será votado o indicativo de greve que pode paralisar as atividades dos Correios por tempo indeterminado, aderindo à mobilização nacional. Se aprovada, a greve interromperá serviços prestados por mais de 3,5 mil servidores em Pernambuco a partir das 22h da quarta.

A categoria está se posicionando contra o desmonte e a tentativa de privatização da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), contra as demissões e o fechamento de cerca de 1.250 agências em todo o País, além da intenção da empresa de cobrar pelo plano de saúde da categoria, o que inviabilizaria o acesso a serviços médicos a boa parte dos trabalhadores.

Também está na pauta o pleito por mais segurança nas agências, que vêm sendo alvo de inúmeros assaltos, pelo retorno das entregas diárias e pela abertura dos livros contábeis da empresa, que alega haver um “déficit financeiro”. Também na pauta, o repúdio às reformas Trabalhista e da Previdência.

GREVE GERAL O SINTECT-PE também informa que toda a categoria estará mobilizada na próxima sexta-feira, 28, reforçando a greve nacional de toda classe trabalhadora brasileira.

SERVIÇO Assembleia dos trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos No Recife, no Círculo Militar (Avenida Governador Agamenon Magalhães, 2807, Boa Vista) Quarta, 26 de abril, com primeira chamada para as 18h30.