marca-correios-branca.png

Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos em Pernambuco CNPJ 09.056.789/0001-77

 

SEDE RECIFE - Rua Dom Vital, 73, Santo Amaro, Recife -PE CEP: 50.100-100

SUBSEDE AGRESTE - Rua Alberto Guilherme Sobrinho, 22, Nossa Senhora das Dores, Caruaru-PE CEP 55004-151

SUBSEDE SERTÃO - Rua João Alfredo, 2017, Centro, Petrolina-PE CEP: 56306-080

fentect.png
csp-conlutas.png
  • facebook
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone

SINTECT-PE se reúne com a SE-PE para discutir sobre prevenção ao coronavírus


Na tarde desta quarta-feira, 18 de março, a direção do SINTECT-PE se reuniu com a Superintendência dos Correios em Pernambuco para discutir sobre as principais formas de prevenção ao novo coronavírus (COVID-19) que devem ser adotadas no sentido de evitar a contaminação dos trabalhadores (as) dos Correios. Demonstramos também nossa preocupação com a população que necessita dos serviços dos Correios e, consequentemente, também será afetada. Veja nota do SINTECT-PE:


“Meu nome é Hálisson Tenório, sou diretor do Sindicato dos Trabalhadores/as Em Empresas de Correios no Estado de Pernambuco – SINTECT/PE e da FENTECT, Federação Nacional a qual o Sindicato é filiado. No dia de hoje, 18.03.20, como previamente divulgado, nos reunimos com a Superintendência dos Correios em Pernambuco para discutir sobre o coronavírus e a forma de prevenção que deve ser adotada no sentido de evitar a contaminação dos trabalhadores/as nos Correios, bem como a exposição dos mesmos ao contágio externo e/ou não se tornar multiplicador do mesmo perante a sociedade, principalmente quem lida com o trabalho externo e de atendimento ao público em geral.


Sabemos dos limites impostos a SE-PE por conta de um presidente da República que afirma categoricamente que o coronavírus é uma fantasia, invenção da grande imprensa e dos seus adversários políticos, mas que contraditoriamente na entrevista concedida no dia de hoje estava utilizando máscara cirúrgica no sentido de suspostamente evitar o seu contágio, pois segundo o mesmo ele não está com o vírus.


Voltando ao que de fato nos interessa, deixamos evidente aos representantes da SE-PE que o tratamento que queremos aos trabalhadores/as dos Correios é o mesmo que o presidente da República tem tido, ou seja, no mínimo máscara e álcool em gel.


Frisamos que no Primeira Hora extra não diz que os trabalhadores/as devem permanecer exercendo suas atividades externas antes das iniciativas preventivas serem aplicadas, uma vez que devido à atitude tardia do governo federal e do general Floriano Peixoto, presidente da ECT, existe uma escassez no fornecimento de álcool em gel e a SE-PE não tem como afirmar que o mesmo chegará daqui a um, dois, cinco ou dez dias, porque não encontram fornecedores com estoque imediato. Mas e até lá? Esperar alguns se contaminarem e repassarem para sociedade e familiares para poder agir?


Sabemos do nosso papel constitucional e que transportamos entre as correspondências do nosso dia a dia materiais biológicos, hospitalares e de prevenção à vida. Estes seguiremos executando, mas diante de uma proteção mínima aos trabalhadores/as nos Correios.


A estimativa da SE-PE é que pelo menos 50% do efetivo se afaste das suas atividades e fique em casa à disposição da Empresa, por estarem enquadrados em alguma situação encontrada no arcabouço apresentado pela administração central dos Correios no Primeira Hora extra de ontem.


Diante desta situação e visando a preservação da vida dos trabalhadores/as representados por esta entidade de classe, assim como da própria sociedade, é que aconselhamos só realizarem atividades externas se sentirem segurança para preservação da sua saúde e da sociedade de um modo geral. Afinal, nosso trabalho é fazer o famoso “porta a porta” através do nosso chamado tradicional CORREIOS! E a partir daí a interação que começa na postagem em alguma agência da ECT espalhada pelo Brasil, termina na entrega “mão a mão”.


Se você tem direito a se afastar para continuar suas atividades em trabalho domiciliar e encontrar dificuldade ou entraves por parte de algum superior, acione o Sindicato de Imediato. Prevenir é mais aconselhável do que remediar, pois o coronavírus pode levar à morte ou sequelas para o resto da vida.


Aos trabalhadores/as que não estão enquadrados nas situações que ensejem ficar realizando trabalho em sua residência, não estamos solicitando que deixem de ir ao trabalho, mas que se mantenham em atividades internas até que a SE-PE cumpra o Primeira Hora extra e forneça as condições preventivas adequadas a cada caso. Mas se essa orientação só for estimulada em um ou dois setores de trabalho, sabemos que esses setores receberão algum tipo de punição, então todos nós temos que ter o mesmo discurso, ou seja, quando a SE-PE nos oferecer a devida prevenção, seguiremos com nossas atividades”.


NÃO É GREVE, É PRESERVAÇÃO DA VIDA! DA SUA VIDA!

Hálisson Tenório

Secretário Geral