marca-correios-branca.png

Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos em Pernambuco CNPJ 09.056.789/0001-77

 

SEDE RECIFE - Rua Dom Vital, 73, Santo Amaro, Recife -PE CEP: 50.100-100

SUBSEDE AGRESTE - Rua Alberto Guilherme Sobrinho, 22, Nossa Senhora das Dores, Caruaru-PE CEP 55004-151

SUBSEDE SERTÃO - Rua João Alfredo, 2017, Centro, Petrolina-PE CEP: 56306-080

fentect.png
csp-conlutas.png
  • facebook
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone

OU LUTAMOS OU PERDEMOS NOSSOS DIREITOS!

Companheiros e companheiras,

O SINTECT-PE quer, antes de tudo, fazer mais um alerta quanto à importância da luta e da unidade nesta Campanha Salarial, que pode ser a última DOS TRABALHADORES. Os rumos indicam perdas históricas, mais desmontes e mais precarização do nosso trabalho.

Na última terça-feira (22), a mediação no Tribunal Superior do Trabalho (TST) acerca do nosso plano de saúde se transformou em um grande balcão de negócios e juntamente com a ECT, o TST interrompeu as negociações da nossa Campanha Salarial por 15 dias e vão submeter à categoria que decidirá, em assembleia, sobre uma proposta de adiamento do nosso ACT para janeiro de 2018 – até lá, não poderá haver greves, sequer pontuais.

O SINTECT-PE alerta que este seria um período ideal para a ECT enfraquecer nossa luta contra a retirada dos vigilantes das agências dos Correios em todo País e para fortalecer a implantação do Programa de Pedido de Demissão Incentivada (PDI), além da continuação das demissões motivadas e mais ataques aos nossos direitos, como a já falada suspensão das férias e outras perdas.

Lembramos ainda que as novas diretrizes para terceirização e para a CLT passam a vigorar no próximo mês de novembro. Ou seja, um brinde de Natal e Ano Novo do governo Temer e da ECT sobre os direitos dos trabalhadores brasileiros. Para nós, a situação será: ecetistas sem reajuste salarial, sem aumento do ticket peru, sem greve, sem resistência e, em janeiro/2018, a retomada do que restar da Campanha Salarial sob o prisma da nova CLT.

Nós, do SINTECT-PE, estaremos orientando nossos companheiros e companheiras a comparecer a todas as assembleias e se posicionarem contrários a essa proposta ridícula e parcial do Tribunal Superior do Trabalho, que deveria representar a JUSTIÇA.

TRABALHADORES E TRABALHADORAS, NÃO ABRAM MÃO DE SEUS DIREITOS! DIRETORIA DO SINTECT-PE GESTÃO UNIDOS PELA BASE