Trabalhadores dos Correios rejeitam propostas vexatórias da ECT e aprovam Estado Permanente de Greve


Em Assembleia Geral realizada na última quinta-feira (21), na sede do sindicato e nas subsedes de Caruaru e Petrolina, os trabalhadores dos Correios de Pernambuco rejeitaram as propostas de ACT 2022/2023 apresentadas nos dias 12 e 19/07 pela empresa e aprovaram o Estado Permanente de Greve.


Além da retirada de direitos, a ECT propôs um reajuste salarial de 20% sobre o IPCA acumulado nos últimos 12 meses, ou seja, se o IPCA fechar em 31 de julho em 12%, o aumento será de apenas 2,4% para uma inflação que já ultrapassou os 20% nos custos das mercadorias e serviços.


Não vamos aceitar essas migalhas, iremos construir a maior greve da história dos Correios! Os trabalhadores e trabalhadoras dos Correios merecem respeito, nenhum direito a menos!


Para quem não acompanhou a última assembleia, acesse o link do nosso canal no youtube: