marca-correios-branca.png

Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos em Pernambuco CNPJ 09.056.789/0001-77

 

SEDE RECIFE - Rua Dom Vital, 73, Santo Amaro, Recife -PE CEP: 50.100-100

SUBSEDE AGRESTE - Rua Alberto Guilherme Sobrinho, 22, Nossa Senhora das Dores, Caruaru-PE CEP 55004-151

SUBSEDE SERTÃO - Rua João Alfredo, 2017, Centro, Petrolina-PE CEP: 56306-080

fentect.png
csp-conlutas.png
  • facebook
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone

Trabalhadores do Correios suspendem greve até julgamento do dissídio


Trabalhadores ecetistas se reuniram na sede do SINTECT-PE, em Santo Amaro

Seguindo orientação do comando unificado das federações, a assembleia dos trabalhadores do Correios de Pernambuco, por unanimidade, aprovou a suspensão da greve e o retorno ao trabalho a partir das 22h desta terça-feira (17), com manutenção do estado de greve por tempo indeterminado.


Com a garantia do Tribunal Superior do Trabalho (TST) de que o Acordo Coletivo de Trabalho de 2018 continua em vigência e de que os pais e mães de funcionários dos Correios continuam no plano de saúde, os trabalhadores agora aguardam o julgamento do dissídio coletivo, que acontece no dia 02 de outubro. Por ampla maioria, os trabalhadores votaram para que, após o julgamento, o SINTECT-PE participe de uma rodada nacional de assembleias, onde analisarão o resultado do dissídio.



COMANDO NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO - A assembleia também aprovou a incorporação do SINTECT-PE no Comando Nacional de Mobilização Contra a Privatização do Correios, escolhendo como representantes Hálisson Tenório, como titular, e Antônio Lira "Grandão", como suplente. Caso haja a impossibilidade de um dos dois participarem de reuniões em Brasília, a direção do sindicato indicará outro trabalhador. O Comando se reunirá no dia 26 de setembro e participará de atividades no Congresso Nacional, além de comparecer ao julgamento do dissídio.


Em Pernambuco, para viabilizar uma campanha massiva contra a privatização, o Comando também vai preparar um documento sobre as finanças do sindicato, a fim de analisar a possibilidade de aumento na mensalidade para meio porcento em cima do salário base.