Plenária do Fórum realizada no SINTECT-PE contou com várias entidades de luta do estado



Foi sediada na noite desta quarta-feira, 13 de novembro, no auditório do SINTECT-PE, a Plenária do Fórum pelos Direitos e Liberdades Democráticas em Pernambuco. O evento contou com a participação do Sindicato dos Trabalhadores do Correios em PE; Diretoria Eleita do Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR; Sindicato dos Trabalhadores do Ministério Público em Pernambuco; Intersindical; CSP-Conlutas; Sindicato dos Trabalhadores do Comércio Informal; Sindicato dos Professores Municipais do Recife; Sindicato dos Professores Municipais de Olinda; Sindicato dos Metroviários; Sindicato dos Policiais Civis de PE; MTST; SINASEFE Nacional e ANDES Sindicato Nacional.


Halisson enfatizou a importância de dialogar com outros setores

Os participantes ressaltaram a urgente necessidade de reorganizar a classe trabalhadora para lutar contra o desmonte dos movimentos sociais e os ataques de Bolsonaro. Durante o encontro as falas abordaram temas como as reformas do atual governo, os ataques aos direitos trabalhistas com a MP 905 (carteira verde-amarela), os protestos no Chile e o golpe na Bolívia.


O secretário geral do SINTECT-PE, Halisson Tenório, enfatizou a importância de sair da bolha e dialogar com outros setores e também falou da necessidade de travar uma discussão sobre a conjuntura para barrar o processo que está sendo colocado para as futuras gerações. “Essa batalha é principalmente por quem está chegando. Eu procuro sempre dialogar com os companheiros e companheiras dos Correios. Aqui acolhemos todos e todas, independente de religião ou partido, queremos aqui todos que querem lutar contra este governo. Não podemos fazer um apartheid, pois quem irá perder é a classe trabalhadora”, complementou Halisson.


Maria chamou atenção para os trabalhadores que não têm acesso à formação política

Maria Alves, aposentada dos Correios e ex-diretora do sindicato, chamou atenção para os trabalhadores que não têm acesso à formação política. “Precisamos também convocar as pessoas da periferia (...) É muito importante se organizar, deixar essa coisa de religião e partidos de lado e ir pra luta, fazer um grande levante, como está acontecendo em outros países. Eles não conseguirão acabar com a nossa luta, com a nossa esperança”, afirmou Maria.


Aldo Lima, presidente da diretoria eleita do Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR, ressaltou a importância do Fórum no momento de profundo ataque de um governo fascista e reacionário, mas diz que é preciso ter os pés no chão, pois este é um momento de organização da luta. “É uma grande vitória a construção de um Fórum que unifica a luta da classe trabalhadora, dos sindicatos, das centrais sindicais e movimentos sociais. Hoje temos um governo que beneficia o patrão, que impõe ao trabalhador a escolha entre emprego, aprova o congelamento do salário mínimo por dois anos e quer destruir os sindicatos. É importante buscar nos diversos setores aqueles trabalhadores que estejam dispostos a se organizar pra luta. Só será possível barrar estes ataques se houver unidade”, afirmou Aldo.


Aldo Lima, presidente da diretoria eleita do Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR, ressaltou a importância do Fórum no momento de profundo ataque de um governo fascista e reacionário

Ao final da reunião, foram aprovadas moções de repúdio ao golpe na Bolívia e à dupla função nas frotas de ônibus do Recife e RMR. Também foi definida a data da próxima reunião, que será no dia 04 de dezembro, ainda sem local confirmado.

marca-correios-branca.png

Sindicato dos Trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos em Pernambuco CNPJ 09.056.789/0001-77

 

SEDE RECIFE - Rua Dom Vital, 73, Santo Amaro, Recife -PE CEP: 50.100-100

SUBSEDE AGRESTE - Rua Alberto Guilherme Sobrinho, 22, Nossa Senhora das Dores, Caruaru-PE CEP 55004-151

SUBSEDE SERTÃO - Rua João Alfredo, 2017, Centro, Petrolina-PE CEP: 56306-080

fentect.png
csp-conlutas.png
  • facebook
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Twitter Ícone