Justiça condena Correios a indenizar trabalhadores por causa de danos morais e vales sonegados


Imagem: Reprodução/Internet

O SINTECT-PE e sua Assessoria Jurídica já estão colhendo os primeiros frutos neste início de ano. Conseguimos ações favoráveis a obreiros que serão indenizados pelos Correios, por conta de danos morais e sonegação de vales refeições e vales cestas.


No primeiro caso, o SINTECT-PE ingressou com ação para trabalhador lotado na UD Riacho das Almas por danos morais decorrente de assalto à agência. Sabemos que desde quando os Correios assumiram o banco postal, por volta de 2003, houve uma vertiginosa crescente de assaltos. Hoje, a Empresa deixou de ser banco postal, havendo uma queda significativa nesse número. Mas alertamos que todo trabalhador e trabalhadora dos Correios, independente do cargo ocupado (carteiros, atendentes comerciais, Otts, gerentes etc.), precisa ficar atento aos seus direitos e procurar o sindicato em caso de assalto. E cuidado com o prazo, pois este é de cinco anos.


Também tivemos dois ecetistas lotados na UD Taquaritinga do Norte e na REATE 02, que tiveram os vales refeições e vales cestas sonegados (a Empresa deixou de pagar) no período de afastamento pelo INSS. Os valores são retroativos à data do afastamento e estão sendo transferidos para a conta dos respectivos funcionários.


Invista em quem te defende, filie-se! Procure o seu sindicato, exerça os seus direitos.