Correios gastam milhões em propaganda e publicidade, mas colocam funcionários e clientes em risco


Charge de Carlos Latuff

O governo federal e a inoperante e desumana Superintendência dos Correios de Pernambuco são os responsáveis pelo aumento de contaminação por COVID nas unidades do estado.


O Edifício Sede tem vários trabalhadores infectados com a COVID-19, assim como o Centro Operacional do Bongi, o CEE Jardim São Paulo e CDD Garanhuns. Recentemente, o CDD Caruaru foi fechado por não ter condições de continuar aberto devido ao número exorbitante de quase 40 funcionários infectados com coronavírus. Ou seja, isso só prova a situação preocupante da categoria neste cenário pandêmico, onde encontramos funcionários doentes em praticamente todos os setores.


Independente de ser COVID ou o vírus influenza, a ECT não cumpre os protocolos de biossegurança. E a tendência é aumentar o surto em todo os Correios do estado de Pernambuco. Não há preocupação da gestão em preservar a saúde dos seus trabalhadores e trabalhadoras.


E qual a resposta da ECT?


Continuam mentindo, dizendo que os protocolos de segurança estão sendo cumpridos. Mentem para manter uma boa imagem para a população, quando os trabalhadores estão morrendo ou se internando nos hospitais. Enquanto isso, o governo gastou cinco milhões em propaganda para privatização dos Correios só no ano passado. Sem falar dos terceirizados que são obrigados a trabalhar mesmo doente, porque se ousam se afastar perdem o dia e ganham desconto no salário.


Essencial é a vida e não o lucro, Sr. Superintendente dos Correios em Pernambuco. São vidas que estão em jogo! Mas respeito com a saúde dos trabalhadores (as).


Atenção, ecetistas, cuidem da saúde, pois nós morremos, o trabalho fica e a Empresa continuará lucrando. Você não está sozinho. Nós do SINTECT-PE estamos juntos nessa luta.