CDD Jd São Paulo – Descontos de dias revoltam trabalhadores

roubo

Os trabalhadores do CDD Jardim São Paulo foram alvos de descontos indevidos por conta da última greve. O que mais irritou os trabalhadores foi que os dias foram devidamente compensados, como consta no acordo firmado, todavia, a ECT não hesitou em lançar rapidamente os descontos. Em consequência, vários precisaram recorrer a empréstimos e até mesmo ao não pagamento de dívidas, sendo submetidos a constrangimentos que poderiam e deveriam ter sido evitados pela ECT. Em contrapartida, a morosidade para restituição é absurda, valores que foram descontados indevidamente entre R$ 400 a R$ 1.200.

Se a reposição dos descontos indevidos não acontecer até esta quinta (15.9), como se dará em todo País, a ECT/DR/PE deve ficar ciente que haverá Assembleia Setorial no CDD Jardim São Paulo na segunda-feira seguinte (18.9), às 7h, para deliberação sobre paralisação, ou não, das atividades por tempo indeterminado, visando o reembolso de valores devidos pela ECT-PE, que não foi feito até agora e não tem previsão para acontecer.

Para o SINTECT-PE, enquanto entidade representativa dos trabalhadores que atuam direta ou indiretamente na ECT-PE, causou estranheza tal “erro” ter acontecido logo na unidade que teve o maior índice de adesão em nossa última greve e, pior, ainda está sendo a mais prejudicada.